Insights

Plano de mobilidade corporativa: aprenda a montar o seu!

Wittel
Escrito por Wittel

Com a evolução das tecnologias de internet, hardwares e softwares, o conceito de trabalho está mudando e ter um plano de mobilidade corporativa pode ser essencial nesse momento. Digo isso, por que, antes da crise econômica, as estratégias de mobilidade engatinhavam no mercado brasileiro, mas, agora, o cenário mudou.

A mobilidade corporativa oferece, entre tantos benefício, a possibilidade de reduzir em até 80% os custos com manutenção de estruturas físicas. Isso veio a calhar, já que as empresas buscam por soluções mais baratas para garantir a competitividade e, de quebra, impulsionar a produtividade.

No entanto, a estratégia exige cuidado, pois os dados circularão pela web, aumentando a exposição das informações de negócios aos riscos. Nada que um bom planejamento não possa resolver.

Pensando nisso, decidimos elaborar um post para te ajudar a montar um bom plano de mobilidade corporativa em seu negócio. Gostou da ideia? Então, acompanhe!

O que é mobilidade corporativa?

A mobilidade corporativa é um termo utilizado pelas empresas para descrever as estratégias que usam tecnologias e metodologias para possibilitar a realização de negócios sem a limitação de uma sede ou local fixo.

Existem diferentes tipos de mobilidade corporativa. Algumas são destinadas a oferecer suporte aos representantes de vendas, outros focam em oferecer um atendimento ao cliente a distância e outros ainda permitem que a empresa funcione totalmente em um ambiente virtual, quase não tendo estruturas físicas.

Em ambos os casos, as empresas dependem de uma boa rede de internet, soluções em nuvem e, claro, do uso de uma ampla gama de dispositivos móveis (notebooks, tablets e smartphones) para realizarem reuniões por meio de videoconferência, compartilhar documentos importantes e concluírem outras tarefas de trabalho sem a necessidade de estarem presentes na empresa.

Como montar um bom plano de mobilidade corporativa?

Como disse no início, uma estratégia de mobilidade corporativa exige muita atenção aos detalhes. Veja agora os passos mais importantes que você deve seguir para ter sucesso com a estratégia:

1. Identifique as operações que podem migrar para nuvem

Antes de qualquer atitude, avalie as necessidades da empresa e determine quais operações, internas e externas, trariam melhores retornos se fossem executadas no ambiente online e de forma remota.

A adição de mobilidade as tarefas poderia tornar os processos mais ágeis e eficientes, reduzindo ou eliminando totalmente o desperdício de recursos enquanto gera melhores níveis de produtividade.

Um exemplo de função que poderia ser migrada para a nuvem e automatizada é o Contact Center. Com ele, a empresa disponibilizaria um canal de autoatendimento ao cliente, agregando padrão ao serviço e soluções mais rápidas e definitivas. O resultado pode ser um aumento considerável no nível de experiências geradas aos consumidores.

2. Determine os níveis de acesso ao sistema

Os dados devem estar no centro de qualquer plano de mobilidade corporativa. Por isso, é importante saber quem irá acessá-los, quando e por quais dispositivos. Para isso, faça as seguintes perguntas a si mesmo:

  • quais informações cada profissional precisa ter acesso?
  • o que eles vão fazer com essas informações?
  • quem terá liberdade para incluir, editar e excluir dados e quem apenas poderá visualizá-los?
  • quais serão as políticas de segurança adotadas para um acesso seguro?
  • será necessário armazenar dados em caches dos dispositivos móveis?
  • de que forma pretende proteger as informações (firewalls, criptografias, etc.)?

A intenção é que você garanta a cada profissional o acesso as informações certas e no momento exato para que realizem suas tarefas sem interrupções, mas correndo o mínimo de risco possível na operação.

3. Proteja-se contra possíveis ameaças

Parte integrante da garantia de que as pessoas terão acesso as informações certas e na hora em que precisam é determinar que os profissionais usuários respeitem as políticas de segurança adotadas. Isso inclui evitar o acesso por meio de rede aberta (sem proteção), sigilo quanto ao login e senha de acesso, etc.

Muitas organizações acreditam que a segurança móvel deve ser focada apenas nos dispositivos e aplicativos que estão instalados neles, mas é preciso uma visão mais holística. À medida que se oferece mais serviços por meio da mobilidade corporativa, você deve garantir uma integração segura de back-end com o ERP (Enterprise Resource Planinng) da empresa.

Sem uma política de segurança abrangente e bem definida, expor esses diferentes serviços de forma remota pode abrir espaço para as diferentes ameaças que rondam a web, como a injeção de SQL (uma forma de ataque que se aproveita de falhas em sistemas para invadir e roubar informações).

4. Ateste a viabilidade do projeto

Quando você tiver uma ideia de como ficará a estrutura, considerando todos os aspectos, deve fazer uma avaliação para testar a viabilidade do projeto. Isso é importante pois o esforço dedicado e o dinheiro investido deve retornar com bons resultados.

Para isso, você pode fazer contato com uma empresa especializada em estrutura de mobilidade corporativa e pesquisar os custos de implementação e o retorno médio possível.

Também é importante que teste a estrutura, simulando diversos tipos de situações antes que ele seja liberado para uso e verificar se a mobilidade agregada as tarefas realmente será positiva para o negócio. Assim você consegue descobrir melhor a relação custo-benefício do projeto.

5. Conte com apoio profissional

A estratégia de mobilidade corporativa engloba processos que podem ser complexos e demorados para se fazer sozinho. Além disso, se não tiver os conhecimentos, habilidades e experiências necessárias pode gerar equívocos e colocar em cheque todo potencial do plano.

Por isso, o ideal é que conte com a ajuda de parceiros confiáveis para a utilização de aplicativos e softwares que contenham, além de uma forte segurança, recursos e ferramentas adequadas as suas necessidades.

A mobilidade corporativa proporciona benefícios que vão muito além da economia de custos com infraestrutura física e tempo com locomoção. Os custos operacionais mais baixos geralmente se traduzem em preços mais competitivos para bens e serviços, o que significa valores mais justos para os consumidores.

As estratégias de mobilidade corporativa estão mudando radicalmente a forma como as pessoas trabalham e como os clientes são atendidos. Equipados com poderosas ferramentas de apoio, os profissionais podem ser mais produtivos trabalhando a partir de qualquer lugar e horário.

Nesse cenário, o crescente potencial para fortalecer o desempenho organizacional vem fazendo com que as empresas incorporem cada vez mais o plano de mobilidade corporativa em suas operações de negócios.

Gostou das dicas? Então, aproveite para descobrir também como trazer a transformação digital para a sua empresa!

Sobre o autor

Wittel

Wittel

Comemorando 25 anos de experiência, a Wittel integra as necessidades das empresas com ferramentas de comunicação disponíveis no mercado. Tudo isso por meio de soluções que auxiliam nas interações internas (entre colaboradores) e com seus clientes, tornando o dia a dia mais produtivo. Oferece soluções de conferências e colaboração, contact center, trading floor, além de todas as aplicações voltadas ao processo de qualidade e eficiência no atendimento, tanto no modelo OnPremise como também na nuvem.

Deixar comentário.

Share This