Contact Center

Como calcular o número de funcionários de um call center?

call center
Wittel
Written by Wittel

Para que uma operação seja bem sucedida, ela deve levar em consideração números importantes. Dentro do contexto do call center, o número de maior impacto é o de operadores disponíveis para prestar um atendimento eficiente ao cliente.

Além disso, considerando que grande parte do capital investido na central de atendimento está relacionada ao corpo de funcionários, é mais do que fundamental saber como encontrar a quantidade adequada para responder às funções.

Calculando a carga de trabalho do call center

Primeiramente, é necessário descobrir qual é a carga de trabalho, ou seja, realizar uma previsão das chamadas recebidas. Isso compreende a coleta de dados, históricos e subsequente análise dos padrões identificados. Dessa forma, pode-se chegar a estimativas mensais tendo como base tendências verificadas durante cada dia da semana, ou mesmo hora do dia.

Juntamente com a previsão de chamadas do call center, você precisará realizar o cálculo referente ao Tempo Médio de Atendimento (TMA), de modo a descobrir qual a média de tempo passado pelos agentes em cada interação com o cliente – acrescido também do tempo pós-atendimento, que pode ser usado para atualizar o banco de dados, preencher formulários etc.

A partir desses dois cálculos, você estará pronto para descobrir quantos funcionários são necessários no seu contact center. Basta multiplicar o número de chamadas previstas para ocorrer no período de uma hora pelo Tempo Médio de Atendimento. Assim, é possível chegar a um número bem simples.

Alta variação e imprecisão

No entanto, a equipe de um call center não apresenta padrões de trabalho pré-determinados, como os que são vistos em muitas outras funções. O TMA pode ter uma alta variação, conforme cada usuário atendido, afinal a complexidade dos problemas a serem resolvidos não será a mesma e é sempre possível encontrar pessoas mais propícias à conversa do que outras, isto é, existe uma série de fatores que podem fazer uma ligação ter uma duração maior. Assim, o TMA acaba não condizindo com a realidade.

A maior parte dos call centers faz uso do TMA para controlar a rotina diária, o que, sabendo das oscilações e imprevistos, pode ser uma suposição arriscada que pode prejudicar o atendimento ao cliente se houver uma mudança significativa.

Além disso, é preciso levar em consideração que o volume de chamadas diárias pode variar. Então a carga de trabalho nunca será a mesma, sendo assim, desaconselhável depender apenas de uma média geral para determinar a quantidade de funcionários.

Determinando a quantidade de agentes para o call center

Vamos imaginar um cenário em que a equipe do contact center recebe 400 chamadas em 1 hora, sendo que cada um dos agentes leva em média três minutos para atender uma ligação – o que compreende 2 minutos de interação e 1 minuto de de trabalho pós-chamada. Nesse caso, teremos 1200 minutos ou 20 horas de carga de trabalho. Assim sendo, quantas pessoas são necessárias?

Caso o trabalho fosse previamente determinado e correspondesse a uma carga fixa, seriam necessários 20 funcionários no call center para lidar com estas 400 ligações. Infelizmente, isso não é possível, já que mesmo que ocorram 20 chamadas no primeiro minuto de atendimento, podem haver 22 ligações 3 minutos depois, o que significa que todos os 20 agentes estariam ocupados, com outras 2 chamadas na fila. Em outra situação, podem haver apenas 16 chamadas em andamento, o que deixaria 4 membros da equipe desocupados.

Em um call center, o trabalho chega até o funcionário conforme o cliente decide ligar para a central. Portanto, a carga de trabalho é aleatória. Então, quantos funcionários você precisaria? 21? 25? Isso dependerá do nível de serviço que desejamos oferecer. Afinal, quanto mais funcionários, mais rápido será o atendimento. Quanto menos funcionários, maior será a fila de espera.

Alternativas

Muitas vezes o ideal é contar com uma ferramenta de gestão de funcionários capaz de realizar os cálculos de forma mais exata e constante.

No entanto, caso opte por basear-se no cálculo aqui visto, é necessário investir em alguns recursos que auxiliem seu call center a lidar com essa oscilação, tais como a URA, a qual ajuda a dar agilidade ao atendimento, ou o call back, que oferece ao cliente a opção de ter sua chamada retornada mais tarde!

O importante é não deixar que as ligações acumulem, afinal, a experiência do consumidor é de extrema importância para o sucesso do seu negócio!

About the author

Wittel

Wittel

Comemorando 25 anos de experiência, a Wittel integra as necessidades das empresas com ferramentas de comunicação disponíveis no mercado. Tudo isso por meio de soluções que auxiliam nas interações internas (entre colaboradores) e com seus clientes, tornando o dia a dia mais produtivo. Oferece soluções de conferências e colaboração, contact center, trading floor, além de todas as aplicações voltadas ao processo de qualidade e eficiência no atendimento, tanto no modelo OnPremise como também na nuvem.

Leave a Comment

Share This