Insights

6 vantagens da nuvem para o consumidor final

Wittel
Written by Wittel

Em um cenário de transformação digital — tendência marcante quando o assunto é inovação em serviços virtuais —, a computação em nuvem desponta como uma das soluções que mais cresce em termos de aplicabilidade no mercado.

E agora esse conceito ganha espaço no cotidiano do consumidor final, que se beneficia de diversas formas. Mas você conhece todas as vantagens da nuvem? Atualmente, a cloud computing permite uma maior integração entre dispositivos e uma mobilidade jamais experimentada — características que estão alinhadas às necessidades e aos hábitos do consumidor moderno.

Neste post, abordaremos os 6 benefícios que justificam a popularidade dos serviços baseados na nuvem no dia a dia dos usuários. Continue a leitura e confira!

1. Economia com serviços SaaS baseados na nuvem

É impossível falar das vantagens da cloud computing sem citar a economia na contratação de serviços SaaS (Software as a Service). Com a expansão da tecnologia e sua consequente estruturação em termos de capacidade, mais serviços migraram para a cloud.

Dessa forma, há uma vantagem crucial em relação aos custos dos serviços. Isso porque o diferencial da nuvem para as empresas — e para o usuário final — é a escalabilidade, permitindo que os recursos sejam adaptados de acordo com a demanda. De maneira direta, o valor acaba sendo impactado, pois paga-se apenas pelo que é utilizado. Em razão dessa economia, serviços SaaS custam menos — tanto para a empresa quanto para o consumidor final.

Por isso, a ideia de Software como Serviço tornou-se bastante comum. Um bom exemplo é o Spotify, em que o usuário não tem que comprar a ferramenta para utilizar suas funcionalidades, pagando apenas uma assinatura mensal, muito mais em conta. No ambiente corporativo, os serviços de e-mail acessados diretamente do navegador são exemplos comuns do uso dos SaaS — todos os recursos são armazenados no provedor de serviço.

Assim, elimina-se a necessidade de instalar, em cada máquina, um software para gerenciar e arquivar as mensagens. Isso economiza tempo da equipe de TI, dinheiro da organização e espaço na máquina e no servidor local. Além disso, aplicativos de produtividade — calendários e controle de processos, por exemplo — e outros de uso mais complexo, como CRM e ERP, são ofertados de maneira semelhante.

2. Maior variedade e facilidade no uso de serviços em horários de pico

O crescente número de serviços na nuvem possibilita uma grande mobilidade para o usuário, que pode acessar informações e realizar modificações em arquivos de qualquer localidade. Para isso, basta ter uma conexão com a internet.

É importante mencionar que o mercado mobile teve um grande aumento nos últimos anos. Esse crescimento associado ao conceito de cloud possibilitou a melhoria de serviços úteis para uma parcela considerável de usuários. Isso se reflete na quantidade de ferramentas de armazenamento disponíveis, como Google Drive, Dropbox e outras.

Além disso, a escalabilidade viabiliza rápidas adaptações na prestação dos serviços, permitindo que eles se mantenham estáveis mesmo em momentos de alta procura, como é o caso de alguns sites e aplicativos acessados em horários de pico.

Essas aplicações hospedadas em servidores na nuvem conseguem aumentar a quantidade de recursos para suprir as demandas de acesso em qualquer horário. Isso evita a lentidão no carregamento das páginas de um site ou das funcionalidades de um aplicativo — ou mesmo a sua indisponibilidade total —, assegurando o funcionamento em tempo integral.

3. Mais segurança em transações comerciais

A segurança também é outro traço marcante da nuvem. Hoje, os serviços de Internet Banking, por exemplo, já funcionam com hospedagem cloud. A razão disso é que as instituições financeiras se preocupam com a proteção dos dados sensíveis de seus correntistas e acionistas.

Em comparação com os tradicionais data centers locais, esse modelo oferece um nível de segurança bem maior — e isso vale tanto para os riscos físicos quanto para a possibilidade de ameaças virtuais. Toda operação é acompanhada por profissionais altamente qualificados, capazes de manter a integridade e o sigilo das informações, corrigindo falhas e eliminando qualquer tipo de risco com agilidade.

Desse modo, o usuário final pode ter a certeza de que as operações financeiras realizadas pelos aplicativos bancários são completamente seguras e sigilosas. Além disso, toda a comunicação é criptografada, reforçando ainda mais esse quesito.

Como garantir mais segurança ao utilizar a nuvem?

Ao se utilizar aplicativos hospedados na nuvem, é preciso garantir a procedência dos softwares. Isso serve não só para preservar a segurança das operações realizadas, mas também para evitar que informações importantes sejam transferidas para a cloud.

Esse cuidado se justifica muito em empresas que veem, por exemplo, a difusão de aplicativos diversos em sua rede corporativa sem o crivo do departamento de TI.

De forma desordenada — ou mesmo descuidada, considerando que alguns colaboradores podem desconhecer informações sobre segurança —, a instalação de aplicativos pouco confiáveis, oriundos da nuvem, pode abrir vulnerabilidades, como ataques e vazamento de informações confidenciais.

Então, é preciso ter uma boa política de compliance. Trata-se da necessidade de assegurar que os arquivos, softwares e apps acessados pelos funcionários na nuvem estejam minimamente alinhados com as regras e com a cultura da empresa.

E isso se dá pelo estabelecimento de normas, pelo fortalecimento da cultura corporativa e pela educação quanto ao bom uso da tecnologia e da segurança da informação. Todos esses cuidados têm o objetivo de garantir a proteção dos dados em qualquer operação realizada — seja em aplicativos hospedados na nuvem ou na comunicação interna da empresa.

4. Menor dependência do hardware

Durante muito tempo, os usuários de computadores e dispositivos móveis ficavam presos aos hardwares de suas máquinas, especialmente na parte de armazenamento. Guardar fotos e documentos, por exemplo, era uma tarefa arriscada, pois sempre havia o perigo de algo acontecer com o aparelho em que os arquivos estavam guardados.

Contudo, essa realidade mudou. Hoje, o consumidor final tem muito mais facilidade na hora de manter seus dados em segurança. A dependência do hardware praticamente não existe, pois todos os arquivos são armazenados nos servidores remotos, permanecendo acessíveis para o usuário mesmo que o computador queime, por exemplo.

Para a empresa, essa possibilidade é extremamente vantajosa, pois permite que funcionários acessem arquivos e programas de qualquer lugar — e a partir de diferentes dispositivos. Isso garante a mobilidade corporativa, de forma muito segura.

Há, ainda, a escalabilidade dos serviços, pois uma das vantagens da nuvem é a facilidade de se multiplicar pontos de trabalho sem que haja queda de performance. Além disso, contar com um armazenamento de dados na cloud evita que a companhia precise investir novamente em uma solução física para esse problema.

Sabe-se que um servidor físico dentro da empresa já conta com uma vida útil não muito longa. E ela pode se abreviar ainda mais, dependendo do ritmo de crescimento do negócio.

O armazenamento em nuvem, ao contrário, pode crescer com a companhia sem a necessidade de grandes investimentos em equipamentos, contratações e treinamentos. Também não se perde o tempo necessário para a troca e a configuração do hardware. Toda a operação fica muito mais simples!

5. Fortalecimento da sustentabilidade

Atualmente, temas relacionados à sustentabilidade ganham um grande destaque. As organizações buscam alinhar suas atuações a esse cenário e, no mesmo caminho, o consumidor se preocupa em dar sua contribuição para um ambiente saudável.

Quando se fala em computação em nuvem, logo nos deparamos com uma noção de compartilhamento de infraestruturas físicas, superando o antigo modelo de aquisição de muitos equipamentos próprios. Esses itens nem sempre eram utilizados em toda a sua capacidade, gerando desperdícios.

Por outro lado, a cloud computing traz muitos benefícios ecológicos, como:

  • economia de energia e de espaço;
  • menor uso de sistemas de refrigeração;
  • redução na emissão de dióxido de carbono, entre outros.

Todas as necessidades dos grandes servidores ficam reunidas em um único espaço e utilizam as mais modernas e eficientes tecnologias disponíveis no mercado. Assim, é possível otimizar o consumo de recursos naturais e minimizar o impacto sobre o meio ambiente.

Quando o consumidor final utiliza mais serviços em nuvem está contribuindo para o reforço desse caráter sustentável. Como consequência, mais empresas são estimuladas a rever os modelos de atuação, migrando para serviços inovadores e ambientalmente responsáveis.

6. Otimização do contact center

Dependentes de tecnologia, os call centers certamente podem se beneficiar muito da tecnologia da nuvem. Veja as principais vantagens da cloud para esse setor!

Redução de custos

Um dos primeiros benefícios — percebido sempre que se busca uma solução cloud — é a redução dos custos com infraestrutura. Utilizando servidores virtuais, elimina-se um grande investimento em equipamentos, espaço e climatização adequada, exigida pelas máquinas.

Isso permite, por exemplo, que o investimento seja revertido em novos postos de trabalho para mais operadores — o que, por si só, já aumenta a produtividade. Além disso, é possível contar com o armazenamento em nuvem do enorme volume de dados gerado no contact center.

Listas de clientes com suas informações completas e gravações de voz e de telas, por exemplo, trazem mais segurança para as companhias. Na nuvem, esses dados não se perderão facilmente, como poderia ocorrer em um servidor local, que fica suscetível a problemas na rede elétrica e até a desastres naturais.

Os custos relacionados às atualizações também são reduzidos, visto que a maioria dos softwares empregados estão de acordo com os termos dos SaaS. Desse modo, há um processo constante de modernização dos sistemas e, ainda, a possibilidade de adequá-los à realidade de seu contact center sempre que for necessário.

Mobilidade e escalabilidade

Outra vantagem que vale citar é a mobilidade proporcionada pela utilização da nuvem. A facilidade de acessar as informações da empresa de qualquer lugar — e a partir de qualquer equipamento — é fator determinante para a escalabilidade de negócios baseados em cloud computing.

Assim, é possível ampliar a oferta do serviço sem prejudicar a qualidade. Também é relevante dizer que a performance do call center é mantida. Isso ocorre porque a tecnologia garante a qualidade de voz nas ligações (sendo obrigatória uma conexão de alta velocidade à internet), a estabilidade e a disponibilidade do sistema.

Esses atributos, certamente, ajudarão a manter os clientes mais satisfeitos, pois asseguram que as chamadas sejam completadas e atendidas. Sem contar que as solicitações serão finalizadas corretamente no contact center.

Por fim, a mobilidade é responsável pela contratação de operadores que trabalham em home office. Já existem muitas empresas que trabalham dessa forma, com resultados satisfatórios tanto do ponto de vista econômico quanto operacional.

Nesses casos, o atendente deve ter equipamento e conexão com a internet compatíveis com o tipo de trabalho que será feito e com o volume de dados trocados em sua operação.

Unified communications e omnichannel

Contar com múltiplas ferramentas de colaboração e comunicação acessíveis pela nuvem permite uma integração dos serviços de comunicação por voz e imagem. Essa associação é benéfica para os departamentos mais estratégicos da empresa, pois há uma redução da necessidade de reuniões presenciais.

Mas o contact center também se beneficiará, pois terá todos os insumos necessários para a adoção de múltiplos canais de atendimento. Dessa forma, é possível integrar, de forma simples, atendimento por voz, e-mail, chat — e até vídeo — sem prejuízo de qualidade e de gravação de dados. É altamente recomendável a adoção da estratégia omnichannel, para que um número cada vez maior de clientes seja atendido pelo seu call center da melhor forma possível. As novas gerações de consumidores exigem, cada vez mais, uma atenção personalizada das empresas, que devem atender as dúvidas e solicitações dos usuários de forma ágil e eficiente nos mais variados canais. E tudo isso pode ser feito com a integração dos serviços hospedados em soluções de cloud computing.

Portanto, as vantagens da nuvem são inúmeras. Esse conceito, sem sombra de dúvidas, representa bem o cenário tecnológico atual, pois atende às demandas por agilidade, mobilidade e integração dos sistemas e serviços utilizados pelos usuários comuns.

Por isso, motivos não faltam para que sua empresa adote essa tendência para satisfazer os consumidores e oferecer um melhor atendimento — com ferramentas integradas e hospedadas na nuvem!

Gostou do nosso post? Gostaria de aprender mais sobre os novos consumidores digitais e como o seu contact center pode se preparar para atendê-los? Baixe nosso e-book com informações completas sobre o assunto e ofereça mais qualidade no atendimento!

About the author

Wittel

Wittel

Comemorando 25 anos de experiência, a Wittel integra as necessidades das empresas com ferramentas de comunicação disponíveis no mercado. Tudo isso por meio de soluções que auxiliam nas interações internas (entre colaboradores) e com seus clientes, tornando o dia a dia mais produtivo. Oferece soluções de conferências e colaboração, contact center, trading floor, além de todas as aplicações voltadas ao processo de qualidade e eficiência no atendimento, tanto no modelo OnPremise como também na nuvem.

Leave a Comment

Share This